domingo, 4 de dezembro de 2016

94 - So old, so vintage - Tão velho, tão vintage,


 Tão velho, tão vintage, tão GIRO!!

Pois é, tal como diz há um o ditado que diz “nem tudo o reluz é ouro”, eu digo, nem tudo o que é velho é lixo. Há peças muito interessantes, umas mais simples, outras mais arrojadas, mas  que recuperadas e integradas em ambientes contemporâneos se destacam pelas suas características únicas de outros tempos.

Para um espaço em harmonia contudo tem que haver uma peça ultra-moderna por cada antiga. Ambas alimentam-se e destacam-se simultaneamente como opostos que são.

Se um ambiente com demasiadas peças antigas fica demasiado pesado, por oposição, um com apenas peças contemporâneas fica demasiado frio. Não queremos nenhum destes em exclusivo para o nosso lar. Queremos pelo contrario, algo que nos envolva suavemente e que transmita conforto imediato. O equilibrio entre o antigo e o novo tem que acontecer de uma forma serena.











; )

Sem comentários:

Enviar um comentário